quinta-feira, 11 de abril de 2013

EMBALADO PELA TORCIDA, PALMEIRAS BATE LIBERTAD E AVANÇA ÀS OITAVAS


Alegria, frustração, confiança e superação. Principalmente superação. A história do Palmeiras na primeira fase da Taça Libertadores 2013 teve todos os elementos de um filme dramático, mas acabou com final feliz. Na noite desta quinta-feira, o Verdão venceu o Libertad, do Paraguai, por 1 a 0, no Pacaembu, e assegurou vaga nas oitavas de final da competição continental com uma rodada de antecedência.
Wendel comemoração Palmeiras Libertad (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)
Assim como já havia sido contra o Tigre, semana passada, a equipe apostou na determinação de seus jogadores e na força da torcida - que quebrou recorde de público da Libertadores nesta quinta - para, após atravessar um dos piores momentos de sua história (o rebaixamento à Série B do Brasileirão no ano passado), voltar ao mata-mata da principal competição de clubes da América.
Por uma noite, o trecho do hino “defesa que ninguém passa, linha atacante de raça” fez todo o sentido. O gol saiu dos pés de Charles, num lance casual - Wesley, que seria expulso minutos depois, errou o chute, e a bola caiu nos pés do volante, que decidiu. O sistema defensivo, tantas vezes criticado, teve atuação sólida diante de um adversário perigoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário